Semeando Jesus

Mensagens de Bom Dia com Deus - Good morning messages with God - ¡Mensajes de buenos días con Dios

Bom Dia com Deus

Loja Virtual Magazine Luiza - Compre Online e Receba no Conforto do seu Lar!

Magazinenalanterna

Canal Luisa Criativa

Escola Bíblica

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) - Continuação

A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) - Continuação


A Segunda Fase: 1941-1945




Com a invasão, os EUA apoiaram a resistência soviética, e a URSS foi incluída na aliança ocidental já em outubro de 1941. Logo grande quantidade de recursos, de alimentos a armamentos, seriam enviados em socorro aos soviéticos. Os aliados sabiam que, se a URSS caísse, a hegemonia alemã no velho mundo seria incontestável.

A ajuda ocidental funcionou. Esta, associada ao ímpeto e à determinação do povo soviético e ao sacrifício de mais de 20 milhões de vidas, contribuiriam para a resistência e a contraofensiva da URSS. Em território russo, Hitler perdeu, pela primeira vez, uma Blitzkrieg, mais devido ao despreparo das forças alemãs diante das péssimas condições das estradas soviéticas e do terrível inverno russo do que em virtude da capacidade de reação de Stalin.

Outro significativo ponto de inflexão na II Guerra Mundial deu-se com o ataque japonês à base norte-americana de Pearl Harbor, no Havaí, em 7 de dezembro de 1941. Dentro dos planos japoneses de projeção de poder no continente asiático e no Pacífico, o projeto da Grande Ásia, o choque com os interesses estadunidenses era apenas uma questão de tempo. A operação contra Pearl Harbour tinha por objetivo neutralizar os EUA no Pacífico, passo importante para a ulterior anexação das Filipinas, da Malásia e de Hong Kong.


Pearl Harbor, considerado um ataque pérfido do Japão contra um país que até então se dizia neutro na II Guerra Mundial, chocou e comoveu a opinião pública dos EUA, conduziu o país para a II Guerra Mundial, por meio da declaração formal de guerra anunciada pelo Presidente Roosevelt a 8 de dezembro de 1941, e acarretou a união das duas guerras paralelas, a da Ásia e a da Europa, numa só. O gigante estadunidense fora despertado e agora envidaria todos os esforços para por fim às pretensões das ditaduras fascistas de dominar o mundo. A nova política da Grande Potência do continente americano, rompido o isolacionismo, tinha uma característica peculiar: raio planetário. Os EUA estavam novamente em guerra.




No período de maio de 1942 a meados de 1943, a guerra caracterizou-se por movimentos marcantes. A contenção do avanço japonês pelos aliados, o desembarque das tropas anglo-americanas na Argélia e no Marrocos, neutralizando a expansão do Reich no norte da África, e a capitulação das tropas alemãs em Stalingrado anunciaram a reação aliada e a mudança do curso da guerra a seu favor.

Em 1944, o rolo compressor dos soviéticos forçou o recuo gradual das tropas alemãs na Ucrânia, na Bielo-Rússia e na Polônia. Enquanto Tóquio perdia seus satélites, Moscou aumentava os seus, por um erro estratégico das forças aliadas: desde janeiro de 1943, Stalin denunciava o abandono do flanco oriental, o que, no final das contas, tornou a luta contra o Eixo uma forma de sobrevivência do modelo planificado e socialista de Estado. Isso lhe custou a vida de vinte milhões de soviéticos, quase dois quintos do total da guerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para a atualização e manutenção deste Blog. Que Deus multiplique as suas bençãos!

My Instagram

O Evangelho de Jesus Cristo, alçando o Mundo!